quarta-feira, 9 de abril de 2008

"Fresh news, wherever you are"


Aqui há uns dias, um amigo do PCP queixou-se da reportagem da Al jazeera sobre o Sá Fernandes e a corrupção.

As críticas que ele fez à reportagem são idênticas às minhas, embora eu não goste de embarcar em grandes críticas a órgãos de comunicação “não ocidentais” tipo Al Jazeera, quando vejo toda a gente tão passiva com a comunicação social dominante, que nos vende todos os dias, por exemplo, a “guerra contra o terrorismo”, etc., etc.

Mas ele depois disse-me: “Confessa lá, a reportagem foi toda montada no gabinete, não foi?”

Fiquei na dúvida, confesso... mas quase com a certeza absoluta de que se tratava de uma piada para desanuviar o ambiente que já estava infelismente pesado.

Vejo hoje, no Blog do assessor de imprensa do Gabinete Municipal do PCP, uma referência semelhante: “aquela história escabrosa da Al Jazeera com voz off de funcionária do seu gabinete - coisa horrível...”

Mas a partir do Blog do Zé Carlos Mendes ainda fui parar a este outro, que desconhecia, que está ligado ao PSD.

Este pede “no mínimo” uma moção de censura na Assembleia Municipal por Sá Fernandes ter participado na reportagem.

Um autarca do Bloco em directo, pouco antes de entrar na Assemblei de Freguesia

Como é óbvio, a reportagem não foi montada no Gabinete de Sá Fernandes, nem ninguém daqui fez locução, nem tivemos qualquer outra intervenção para além daquela que é normal ter com a comunicação social.

Acompanharam-nos durante a campanha eleitoral (foram assaltados, certa noite e levaram-lhe montes de equipamento! Será que é por isso que ficaram com a tal impressão negativa da cidade?), e já nem me lembrava disto até que descobri o vídeo no youtube.

A Al Jazeera é uma cadeia internacional de televisão que pertence a um multimilionário do Qatar. Não consta que aceite encomendas de autarcas lisboetas para fazer spots de auto-promoção.

José Carlos Mendes critica-nos por “estar sempre à defesa” e se calhar tem razão. Com o anti-Bloquismo primário que anda por aí mais vale deixar a caravana passar sem mais comentários.

Mas esta da Al jazeera é boa de mais…


[BA]

7 comentários:

tms disse...

Fui eu que roubei a Al Jazeera.
"um amigo comunista"

Vermelhão da Charneca disse...

Hehehehehehe
Caro Aranda TU ÉS SURPRESA!!! Grande escola tiveste tu no PC.

Apertam-te os cojones e tu disparas para o lado. Desta vez é uma reprise de uma notícia já dada e redada.

(leva lá a taça; não é todos os dias que um vereador municipal que foi mal pago para se calar aparece na Al Jazeera mascarado de super heroi contra a corrupção!)

E os precários do municipio de Lisboa? aH POIS! deixa-me voltar às maravilhas do Qatar!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Mas este José Carlos Mendes não é um dos assessores do PCP, que SACA 3000 euros por mês á Camara?....

O STML-PCP era destes exemplos que deveria falar, como por exemplo o PCP ter votado contra a proposta de Sá Fernandes, de haver um limite de assessores, e os seus ordenados não poderem ultrapassar determinada fasquia....

Mas é claro o PCP precisa de pagar aos comissarios politicos, e assim arranja-lhes tachos ou nas Camaras que dirige, ou como em Lisboa através da figura do assessor....

Quanto á reportagem do canal do Qatar, como português não gostei da imagem de Lisboa ser uma cidade com tanta corrupção, ( apesar de ser verdade) mas para certos comentadores , se fosse a CNN, ou até uma das televisões do Berluscoso, já teriam certamente outra opinião.

Anónimo disse...

Já não chega de troca de piropos? Parecem crianças...

Anónimo disse...

O que eu acho mais piada é que ao menos os assessores são bem pagos para isto mesmo: escrever blogs, defender os seus vereadores e as suas políticas, arranjar expilcações para tudo o que fazem e dizem, atacar as outras forças políticas, etc, etc

Este Aranda e o José Carlos Mendes, bem ou mal, lá vão fazendo o seu trabalho, mas há colegas que não fazem nada o dia inteiro: ora blogs, ora um cafézinho, ora mais um blog, ora um cigarrinho. São 11h50 é melhor começar a pensar no almoço. Á tarde despacha-se mais um processo. Para quando as restrições no acesso à net?

Anónimo disse...

...oh Bernardino!

Então não é evidente para todos que aquela voz off é da Ana Rita Silva, assessora aí no gabinete?

Ou és só tu que não lhe conheces a voz? :-)

...Quando são apanhados ao menos admitam, senão ainda vos fica pior!

O Severo disse...

A vozinha da Ana Rita Silva, o seu sotaque em inglês...

Não basta pagar-lhe o ordenado mensal de assessora, ainda teve direito a uma segunda-parte da peça jornalística* sobre a Solidariedade Imigrante

* leia-se propagandista