domingo, 6 de abril de 2008

BE nega quebra de confiança no vereador Sá Fernandes

Lisboa, 05 Abr (Lusa) - O Bloco de Esquerda negou hoje qualquer quebra de confiança em relação ao vereador da Câmara de Lisboa José Sá Fernandes, dizendo, pelo contrário, apoiar "totalmente" a sua acção, sobretudo no combate à corrupção.

Em conferência de imprensa, Francisco Louçã considerou "absolutamente fantasiosa" a notícia hoje divulgada pelo semanário "Sol" de que a Mesa Nacional do BE iria debater a actuação de Sá Fernandes na autarquia da capital.

Não houve nenhuma discussão a esse respeito, não houve nenhuma proposta apresentada a esse respeito e a resolução da Mesa Nacional foi aprovada por unanimidade", disse.

Segundo Louçã, "tudo o que beneficie o combate à corrupção, a transparência da vida camarária, a democratização, o contacto dos poderes locais com os munícipes, a sustentação ambiental e a defesa da frente ribeirinha de Lisboa o Bloco de Esquerda está comprometido". "O Bloco de Esquerda apoia todas as medidas que José Sá Fernandes tem tomado nesse contexto", acrescentou.

41 comentários:

Anónimo disse...

É pena que se publique aqui esta notícia, cujo conteúdo não corresponde ao que se passou na Mesa Nacional.
E mais não digo, por solidariedade com a direcção do Bloco.

Anónimo disse...

Pois , por isso a Margarida Davim, do SOL , transcrevendo informações de uma militante do Bloco, Isabel Faria de seu nome, já na vespera, afirmava com todas as letras , que os habituais DETRACTORES de Sá Fernandes, iriam apresentar uma proposta nesse sentido.

Quando aqui alguem fala em solidariedade com o Bloco, só se fôr á posteriori, pois antes da reunião, já diziam com todas a letras o que iriam fazer.

Talvez tivessem pouco apoio, para o habitual ataque ao Sá Fernandes.....TALVEZ.....

Anónimo disse...

Pois, pois, o problema são os factos...

"Câmara de Lisboa
Funcionários dispensados há três meses acusam executivo de António Costa
Três meses após terem sido dispensados por António Costa, ex-trabalhadores a recibos verdes da Câmara Municipal de Lisboa (CML) acusam o executivo camarário de atropelos à lei e de favorecimento pessoal e partidário."

Isabel Faria disse...

Anónimo, não faço ideia do que falas. Nnca falei com ninguém do Sol, não faço declarações públicas desde umas declarações à Lusa sobre as declarações públicas do Sá Fernandes (não sei precisar a data, mas seguramente há mais e um mês.

Onde estão essas declarações minhas? E se não as encontrares (seguramente não as encontrarás, pois nunca foram feitas), exijo aqui um pedido de desculpas. Claro que os pedidos de desculpas de anónimos valem tanto como as acusações de anónimos...mas isso é mesmo o problema de quem não tem coragem para assumir o que afirma.

Mas também não entendo muito bem o porquê desta notícia aqui...mas como tenho nome e assumo-o penso que deverei deixar a minha incompreensão para outros lugares.

B Aranda disse...

Eu não sou da mesa nacional do bloco e também não fui eu que postei esta notícia.

Acho no entanto piada que o primeiro anónimo (que dá a ideia que sabe muito bem o que se passou na mesa nacional) e a isabel faria contestem que se coloque aqui esta notícia...

Nem precebi muito bem o que se pretende insinuar... Que a notícia é falsa e louçã não disse aquilo? Que Louçã disse mas que o que disse deveria ser só publicado nos jornais e blogs da burguesia e não nos nossos? Ou que Louçã não teve na reunião nessa parte?

Anónimo disse...

Isto está cada vez melhor...

Isabel Faria disse...

Porque o que se passou não foi exectamente assim...como aliás é vulgar nos jornais da burguesia...só que o que é normal nos jornais da burguesia, não deve ser normal nos nossos Blogs...só isso.
Daí achar que se queremos, de facto, dizer o que se passa numa Mesa do Bloco...o melhor seria sermos nós a fazer a notícia.

Mas como também escrevi, não valia a pena teres-me questionado aqui, falarei nisso, se achar importante, nos lugares e nos momentos que achar apropriados.


Vejo que o anónimo que me acusou de ter feito declarações ao Sol, voltou...as desculpas é que não chegaram.

Anónimo disse...

Não é normal que os bloquistas que não são da MN saibam o que lá se passou? O BE não obedece ao centralismo democrático! Quanto ao que o Louçã disse à comunicação social não sei, não estava lá, mas quanto às notícias sobre a MN há outras versões. Quem quiser saber mais pode espreitar aqui.

Anónimo disse...

O BE está a agir de forma infâme! Com que então o "Zézinho" abstém-se de comentar a ilegalidade tremenda que será o despedimento de trabalhadores (sim 500!! trabalhadores porque o são efectivamente) mas valoriza 31 readmissões?!
Então não estava mais do que esclarecido que quem ficou na 1ª leva eram efectivamente trabalhadores?
É uma vergonha.
O Sá Fernandes é uma vergonha para a esquerda. Só quer saber de "plantinhas", perdoem-me a ironia.. e nós trabalhadores sem saber como vamos alimentar as nossas famílias a partir de Junho!Talvez tenhamos que ir todos comer (pastar, uma vez mais a irritação e preocupação obriga-me a ironizar) para os jardins que ele está a planear plantar (ou mandar plantar, porque ele está bem plantado junto dos seus boys em gabinete luxuoso e nós aqui a cumprir horário e hierarquia e no fim de tudo levamos um chuto e nem direito a subsídios teremos).
Tenha vergonha Senhor Vereador. E preocupe-se com as pessoas porque sabe.. dentro de anos não terá jovens em Lisboa, jovens em Portugal para "aplaudir" os espaços verdes que criou e sabe porque os não os terá? Porque os quadros técnicos sairão todos do País e os que ficarem não arriscarão constituir família porque o trabalho precário e ilegal mantér-se-á. Admirem-se por Espanha , Grécia, e agora os Países de Leste nos estarem a ultrapassar. É sempre o Portugal dos Chicos (Zés) espertos.
Como é possível o LOuçã nada fazer, calar-se e na 4ª F pretender interpelar o Governo por causa da precariedade. E Lisboa Senhor Deputado. E Lisboa!!
Ai D. Afonso Henriques... se tu soubesses.. se tu soubesses!!!

Anónimo disse...

Pois eu cá vou dizer o que entendo (porque sou livre no que penso e eu sou o meu mundo)..

Este blog é apenas mais um a juntar aos 75 000, repito; SETENTA E CINCO MIL , que nascem TODOS OS DIAS.

Justificarse-á a sua manutençao?
Na economia existe uma norma que nos diz o que poderemos estar a perder por estar aqui e não acoli naquele instante.

O que proponho é que se feche este blog que so serve para dialogos de surdos entre bloquistas e correlacionados. E que pouca gente extra a isso vem visitar, sendo a media de comments de 4 ou 5 / post.
è que ha mto trabalho a fazer.
Ou nem por isso?..

Ou então não percam, tempo com provocações

Anónimo disse...

ops, chegou o controleiro! mate-se o mensageiro!

Anónimo disse...

Pontos nos is....

Sol on Line de 5 de Abril,

Elementos ligados á corrente Luta socialista, vão propôr á Mesa do Bloco, que se retire o apoio a Sá Fernandes, e misturava nomes de Isabel Faria, Gil Garcia, e até Heitor de Sousa, este ultimo, a proposito de uma afirmação sua numa reunião da Assembleia Municipal.


Esquerda Net, moção aprovada pela Mesa Nacional POR UNANIMIDADE, e de Sá Fernandes, tal como Francisco Louçã já tinha afirmado, NADA.

É possivel e desejavel que haja militantes do Bloco que discordem , ( sempre discordaram), da aliança PS-BE em Lisboa,mesmo que Sá Fernandes esteja a fazer um bom trabalho, reconhecido por muita gente,e que aproveitem todas as tribunas para fazerem valer o seu ponto de vista.

Isto é salutar para a Democracia.

Agora já ponho em duvida a utilidade de utilizarem a Margarida Davim , quase uma porta-voz de alguns detractores de Sá Fernandes, e que por cinco minutos de fama , não meçam as suas afirmações.

Quanto a resto ponto final, fiz um comentario inicial verberando a Isabel Faria, e faço este sem tirar uma virgula ao que afirmei.

Se houve outros comentarios pelo meio não são meus.

E só desejo á Isabel Faria que seja mais cauta quando presta declarações a jornalistas, é de elementar bem senso, e a sua militancia inquestionavel no Bloco, será tanto mais eficaz, quanto as suas criticas, não ajudem a manobras deste tipo de jornalismo á la Davim.....

Isabel Faria disse...

Anónimo quantas vezes tenho que repetir que não prestei qualquer declaração áo Sol como tu afirmaste (aliás no teu 1º comentário nem refrees o nome do Gil ou do Heitor, referes o meu). Já te pedi que me faças um link para a notícia...se não o fizeres estás a mentir. Ponto final.

A notícia era esta (desculpem lá conspurcar-vos o Blog com o Sol...mas não tenho de facto paciência. Sorry.)

"A continuidade do apoio a Sá Fernandes na Câmara de Lisboa (CML) é hoje discutida no principal órgão dos bloquistas, a Mesa Nacional. Militantes conotados com a corrente Luta Socialista vão questionar a direcção de Francisco Louçã sobre a situação de funcionários despedidos da CML

Sá Fernandes garantiu que não haverá despedimentos, mas a autarquia assumiu uma «redução global na ordem de 500 colaboradores ao serviço da autarquia até ao final de 2008». Este número é referido na resposta da directora municipal das finanças ao Tribunal de Contas, a propósito do plano de saneamento financeiro da Câmara. «Está tudo dito. Para nós isto deve levar ao fim do acordo do BE com o PS», comenta Gil Garcia, membro da corrente Luta Socialista.

Os militantes desta tendência vão ainda confrontar a Mesa Nacional do BE com a situação de quatro trabalhadores a recibos verdes, entretanto dispensados, e que devido às suas funções deveriam ter sido integrados no quadro. «Dirigentes do BE e o próprio Sá Fernandes disseram que bastava um despedimento para o acordo com o PS estar em causa», frisa Gil Garcia. O bloquista lembra mesmo as declarações do líder da bancada municipal do BE, Heitor de Sousa, que condicionou a continuidade do acordo com o PS à integração dos trabalhadores precários cujas situações «configurem verdadeiros contratos de trabalho encapotados».

Parte da notícia é falsa, o teu 1º comentário é TODO falso.E neste último reiteras a mentira.Onde é que viste escrito Isabel Faria?
Parece que a Davim não me merece menos credibilidade que tu...digamos que foram feitos um para o outro.
A única razão porque me dou ao trabalho de te dsmentir é porque esta não é a 1ª vez em que me acusas de dizer coisas que não digo...esta é, apenas, a mais fácil de desmontar.

Mas se queiseres passar pelo Luta Socialista, poderás verificar que fectivamente houve discussão sobre o Acordo de Lisboa. E que nós não mudamos de opinião...mas claro que também houve uma resolução final votada por unanimidade que não falava no Acordo de Lisboa.
Porque, efectivamente, era falsa a notícia da tal senhora que dava como cero que iriamos apresentar uma proposta de retirar a confiança política a Sá Fernandes.

Anónimo disse...

A noticia publicada no dia 5 no sol ON LINE , referia o nome de Isabel Faria.

Não foi falsa nessa altura, nem é falsa agora a minha afirmação.

Bastará a Isabel pedir á Davim ,( o que me parece não ser dificil), aquilo que o Sol primeiro publicou on line , e se posteriormente corrigiu a noticia, isso já não me diz repeito....

Quanto á outras considerações limito-me a dizer que frisei pela primeira vez o nome de Isabel Faria, pois parece que para certos jornalistas, ela é a porta voz da dita corrente, se isso é mentira, então só bastará á Isabel Faria sempre que falar com os jornalistas, dizer que fala em nome proprio, e não como porta-voz de qualquer corrente ou facção, dentro do Bloco.

Assim ficariamos todos mais esclarecidos.

Já agora tambem era interessante falar-se do PC-STML, e do seu total BOICOTE a qualquer solução para o grave problema dos avençados.

E nem sequer entro na má lingua de dizer, que o PCP está á rasca, com as clientelas que foi metendo ao longo dos os na Camara de Lisboa....e que agora têm o TACHO por um fio....

Isabel Faria disse...

Continuas deliberadamente a mentir. Fiquemos-nos por aqui.

Para certos jornalistas ela é a porta-voz da dita corrente...até hoje, nos meus 48 anos de vida falei com dois jornalistas da Lusa...sou uma gaja bué d'importante!!!!!!!!

Anónimo disse...

Tanta discussão tanta discussão e esquecem-se do essencial!
Afinal.. concordam e apoiam os despedimentos na CML ou não!!???

Roupem o acordo com o Sá Fernandes ou não?!!
Porque a única interpretação que eu faço é que se não rouperem o com o Sá apoiam as medidas que este em conluio com o PS estão a tomar contra trabalhadores que cumprem horário e hierarquia e que há muito se têm vindo a revelar uma mais valia para o Município.
Falo de falsos avençados a ganhar como se técnicos superiores a quem sequer é reconhecida subida de escalão, mas na verdade ganham como estagiários ou técnicos de 2ª apesar de há mais de 5 anos a trabalhar (sem qualquer subida, com aumentos de 30 euros, 20 líquidos!!!) apesar de o recibo verde que passam poder aparentar outra coisa (uma vez que incluem pretensos subsídios e o IVA que é todo entregue ao EStado)e trabalham, falo por mim, mais de 10horas diárias porque a partir de certa hora não há funcionários a assegurar o serviço.A vida de pessoas, técnicos que muito dão À CML e que não têm qualquer conotação política é que é mais importante aqui. À m**** para as guerrinhas políticas porque o que os políticos, BE, Sá Fernandes, Sindicatos e o Exmo Sr. Presidente estão a fazer não passa dissso, politiquice esquecendo o essencial: as PESSOAS.
Volto a frisar... quero lá saber das plantinhas do Zézinho. Quero é saber como vou alimentar a minha família a partir de JUlho. E lá tenho eu que vir trabalhar e fingir que nada se passa, que não estou arrasado, preocupado, stressado.. porque os municipes não têm culpa alguma.
Eu também não... mas são os políticos mentirosos, que delapidam o erário público e bem falantes que temos..
Quero ouvir o Pedro Soares que tão silencioso anda!
Então a posição do BE?!
Onde anda ela?
Estão À espera da cereja no topo do bolo? Chegados a Junho dirão.. epá nós até tentámos mas o sindicato.... e este o Sindicato dirá.. Vergonha.. despedimentos.. e têm mais um cavalo de troia e nós no olho da rua..pois bem, eu quero lá saber do sindicato.. quero lá saber que vão para a rua em manifestações, quero que deixem de brincar com a vida alheia. Quero lá saber que é ilegal a solução do Presidente. Ilegal por ilegal já estamos nós com falsas avenças.Eu quero é um contrato de trabalho e acabar com a vergonha dos precários.
O problema é que interessa ter precários. Estes são pão para toda a obra e interessa manter sempre este clima de medo. Porque estes não fazem greves, estes não podem dar a cara por medo e lá vão fazendo o trabalhinho para os políticos mostrarem aos cegos "lisboetas que só pensam, finalmente estão a acabar com as "mamas"" desconhecendo que as verdadeiras mamas são daqueles que entraram agora e ganham milhares e milhares de euros e não põem aqui os pés. Prque é que o Rubem de Carvlaho não fala dos milhares que a mulher dele ganha como avençada? E o sá não fala dos milhares que ganham os avençados dele?
A verdade meus Senhores..
E não nos façam de parvos!

B Aranda disse...

É pá! Isto está ao rubro! E ainda querem acabar com o blog?

O Blog tem sido fundamental para se conhecer o que se passa na política do concelho e para conhecer o trabalho do Bloco na Câmara.

Tem pouco leitores, é certo. Mas não sei se é só por isso que se deve acabar com o blog. Eu pelo menos não quero.

Lava-se aqui alguma roupa suja, é certo, e faz-se algum combate interno partidário, o que é lamentável, sobretudo quando é a coberto do anonimato.

Mas hoje em dia isto é uma verdade incontornável. Se não se fizer aqui faz-se noutro blog, faz-se no café, etc... Os Camaradas do PCP bem tentaram que não fosse assim e quando deram por isso estavam a conspirar em jantares fraccionários contra quem estava contra o centralismo democrático. Eheheh

Mas respondendo ao último anónimo: "Afinal.. concordam e apoiam os despedimentos na CML ou não!!???"

Não! O anónimo não sabia? Não!

Já agora, sobre o mesmo tema, para o anónimo mais exaltado que diz «o "Zézinho" abstém-se de comentar a ilegalidade tremenda que será o despedimento de trabalhadores»

comentar o despedimento ilegal de 500 trabalhadores? refere-se a quê? Ao facto de a Directora de Finanças ter respondido ao Tribunal de Contas que se previa ter menos 500 trabalhadores no final do ano 2008?

Sabe quantos sairam em 2006? 456. E em 2007? 345.

Não quer dizer que não me preocupe com as intensões do executivo no que diz respeito ao corte de despesas com pessoal... Pelo contrário. Mas comentar a resposta da Directora Municipal ao TC, é um bocado ridículo, não?

Anónimo disse...

Não não acho:
E sabe porque não acho? Porque a resposta ao TC não passou de um jogo de palavras à jurista /advogado que eu tão bem conheço.
Foi intencional a menção 1º de avençados e logo a seguir de colaboradores.
Estamos, ainda, num País democrático (embora pelos vistos o Exmo Senhor Presidente e o Exmo Senhor Vereador pensem que não, vide a decisão das eólicas)pelo que devemos comentar e comentar e comentar, óbvio mantendo-nos em limites razoáveis.
Perdão se ofendi ao referir-me ao "Zézinho" mas uma vez mais reafirmo, muitas vezes temos que primar pela ironia, mas ficam desde já as minhas sinceras desculpas.
Assim solicito que o BE informe os lisboetas e estes trabalhadores falsos avençados qual a sua posição?
O que pensa da intenção do executivo (afinal fazem parte do mesmo)?!!
Porque não vêm a terreiro esclarecer (ou pelo menos forçar os "amigos do executivo PS a que o façam) cabalmente que os 500 colaboradores de que tanto se fala não se trata de falsos avençados mas funcionários e alguns avençados que concordem rescindir as suas falsas avenças, reafirmo, CONCORDEM e não sob o golpe da espada do despedimento.
Isto sim são questões importantes.
O Exmo Senhor Vereador do BE afirmou está inclusive escrito, filmado, que romperia o acordo com o PS caso houvesse a prova de um despedimento de uma falsa avença. Eu conheço dois casos.
Ainda não vi o Exmo Senhor Vereador defender estes dois trabalhadores!
Porquê? Eis a questão.
Por acaso não sou daqueles que premeia o tempo de serviço na CML porque pode haver um avençado há 10anos que seja verdadeiramente um avençado e que nada produza!
Defendo casos como o meu que trabalha com sujeição a hierarquia e horário de trabalho e corre o risco de ser colocado na rua sem dó nem piedade. Sem direito ao quer que seja.
e quando ironizo que não sei como vou alimentar a minha família a partir de Julho é porque não sei mesmo e tv tenho mesmo que ir "pastar" para os jardins que o Exmo Senhor Vereador procura construir na nossa Cidade. Não é que não sejam importantes mas quando eu penso que ficarei sem o que comer e sem dinheiro para pagar a casa... não posso ter outra posição. Primeiro as pessoas, depois os jardins!!!
Quid Iuris? Senhor Vereador, Quid Iuris BE.
Ilegalidade por ilegalidade que venham os contratos de trabalho que é o que nunca interessou.
Agora só falta termos o Senhor Vereador também na SIC na "quadratura" a fazer propaganda política e nós no olho da rua a mendigar depois de tanto termos dado à Cidade. Óbvio, falo por mim.
PS: para quem julga que estou a utilizar o computador da CML, informo que utilizo o meu portátil para escrever este post.
Cumprimentos
Ps: desculpem os erros, mas com a pressa é o que dá.. e até este avençado tem de comer.

Anónimo disse...

Mais uma vez se vê o Sr. Aranda que mama 500 contos de avença com a CML a defender os seus comparsas do Partido Chuchialista. Convém não perder o poiso porque arranjar teta em vacas destas é sagrado para um político que se quer profissional mas que não milita nos grandes de Portugal.

Vejo que no Bloco ninguem se entende e parece bem que há gente que está atenta aí dentro e já percebeu que vai vir fogo grosso sobre os falsos avençados da CML.

Força com os jardins e as eolicas e continuem enganando o povinho que ele gosta.

Já agora, a directora Manuela Vitório não afirmou verbalmente nada. Escreveu e assinou num plano de saneamento a intenção de meter não 500 funcionários mas sim 500 colaboradores na rua. Essa dos aposentados e candidatos à reforma foi a treta que o gabinete do Costa arranjou à pressão para disfarçar a coisa.

mas o Aranda não repara nessas coisas tal o aburguesamento a que se permite enquanto assessor do Sá Fernandes.

Anónimo disse...

E digo mais. O BE nada diz com receio, tv, que o Exmo Senhor Vereador se passe para Vereador PS e deixe o BE sem representação.
Estou enganado?
Algo me diz que não estarei assim tão enganado.

B Aranda disse...

ehehehe

Já cá faltava o ataque pessoal anónimo... Escusas de dizer "é que tenho medo de ser prejudicado pelas forças da reacção", porque o que tens medo é de outra coisa.

Quando quiserem ter um debate politico aprofundado, como em tempos já se fez no PCP, sobre esta ou outras questões, fazemos com muito gosto.

Se é só para agredir, força também! Não apago os vossos comentários, pois estou aqui para vos servir.

***

Para o outro amigo anónimo:

Eu não me ofendo nada que chame ao homem “zézinho”. Onde foi buscar essa ideia. Um gajo com o meu arcaboiço a ofender-se por tão pouco? Fiz copy/paste do seu texto para se situar...

Depois diz «O Exmo Senhor Vereador do BE afirmou está inclusive escrito, filmado, que romperia o acordo com o PS caso houvesse a prova de um despedimento de uma falsa avença.» Mas antes tinha dito que queria era ouvir a posição do BE e queria que o BE rompesse com o Sá Fernandes... Fico sem saber qual o nível de informação que tem sobre estas questões...

Tanto quanto sei não está assente ainda o que fazer caso esta questão não chegue a bom porto.

Eu acho que é preciso ponderar muito bem e digo já que para mim essa questão não é de somenos... Não é como outras variadas questões em que o PS e o BE votaram de forma diferente na Câmara.

No entanto, também sou da opinião que não nos devemos precipitar: Desde o primeiro dia que começamos a trabalhar na câmara há quem ache que tudo é boa razão para bater com a porta, romper com tudo e todos. Eu acho que a experiência tem revelado que temos feito bem em não fazer isso. Temos tido uma influência importante na condução dos destinos da autarquia, quer puxando por coisas boas, quer evitando coisas menos boas.

Não está a ser tudo como nós queríamos, mas também só temos 1 vereador em 17. É a dura – e triste – realidade.

Sei também que estão a decorrer reuniões entre os Sindicatos e o Presidente da Câmara… é também necessário esperar para vero que dali sai.

Um último comentário para a questão das eólicas, que me é cara: Então acha que o Sá Fernandes acha que não está num país democrático “Vide questão das eólicas” ?! A que se refere? Tem a certeza que está bem informado?

A verdade é que a onda que se levantou contra a win parade (um evento sobre energias renováveis e micro-geração) é um exemplo triste da politiquice que se faz hoje em dia, em que não interessam as propostas concretas mas sim o que sai no jornal, o sound-byte que se consegue passar, a aparência que se consegue dar (tipo esse “ele não é democrático”). Para mim, prefiro 1000 vezes um triste qualquer a dizer que eu só quero é mama, do que um a dizer-me em privado “isso é uma excelente ideia”, e depois em público já dizer cobras e lagartos.

Anónimo disse...

Ainda bem que os não apagas. Demonstra que és um democrata!!! Dos grandes.
E não vale ligares-me ao PCP porque isso não pega. Não sou do PCP. Já fui e roí a corda como tu Bernardino!!! Só que tu foste à procura de amparo e de teta e eu borrifei-me para a corja dos partidos. Da minha pena não verás a defesa do indefensável. As pessoas não são parvas e percebem que tu és um vendido. Alcavalas de 500 contos justificam a intrujice.
Esquerdismo barato!!!

Anónimo disse...

AO Sr. Aranda.
Ainda bem que não se ofende.
Estou bastante bem informado.
O Senhor Vereador em entrevista informou que romperia o acordo com o PS caso houvesse um trabalhar com falsa avença despedido.
A verda é que os houve e não vi por parte do Senhor Vereador nenhuma ruptura com o executivo.
Sim senhor, houve situações revistas, mas dois casos que eu conheço não o foram e perfiguravam verdadeiros contratos de trabalho e não avenças.relativamente À questão das eólicas... não precisa de jogos d epalavras, sabe bem ao que eu me refiro: proposta em risco de chumbo, sua retirada estratégica.
relativamente ao que efectivamente aqui nos interessa, porque quero lá saber dessas vossas politiquices, ainda não vi qualquer reacção do bloco de esquerda relativamente á, para mim cada vez mais efectiva, rescisão de contratos de avença ao abrigo (ufa que veio mesmo a calhar para o Senhor Presidente) da nova lei!
É sobre isto que pretendo que fale e deixe-se de coisas, coisinhas
Debate político não terá da minha parte porque eu não sou nem pretendo ser politico. Deve ter sido este o meu erro...
TV deva sair a correr filiar-me no Bloco ou PS...O que me sugere?

Anónimo disse...

ò meus amigozzz..
Os assessores são pagos para fazer num para falar.

Deixem lá as pessoas queixarem-se, pois pensam que vão ser despedidas e não incendeiem mais o barril..

toca a bulir.....

Ide

Anónimo disse...

Assinado:
Mais vale um controleiro na mão do que 2 assessores a respingar

B Aranda disse...

Não me metas no mesmo saco que tu, caro anónimo.

Quando saí do PCP (na verdade fui auto-excluido pelo secretariado eheheh), não fui "à procura de amparo e teta". Fui acabar finalmente o curso e depois trabalhar na banca, ao mesmo tempo que fundava a Renovação Comunista e a ATTAC com outros companheiros. Só 6 anos depois me demiti da companhia em que era efectivo (e onde ganhava mais, já agora) para vir trabalhar para o Bloco.

Vens para aqui, para o blog onde escrevo, pôr comentários anónimos dizer que "as pessoas sabem que eu sou um vendido"?! "intrujice"? "Esquerdismo barato!!!" (sou um vendido ao esquerdismo barato. Já só me faltava essa). Tu não tens consciência dos dispartes que escreves?

Já agora que falamos em salários, caro anónimo, ao menos sabes que o BE foi a única força política a votar contra a fixação do salário dos assessores em 3.950 euros mês (a recibos verdes: 47400/ano)?

Enfim. Seja como fôr a nossa troca de mensagens fica finalmente por aqui. A tua participação só degrada o nível do blog e a minha resposta a provocações (ainda por cima anónimas), realmente, também não fazem melhor.

Resto de boas leituras e desejos de melhores dias.

B Aranda disse...

Não me metas no mesmo saco que tu, caro anónimo.

Quando saí do PCP (na verdade fui auto-excluido pelo secretariado eheheh), não fui "à procura de amparo e teta". Fui acabar finalmente o curso e depois trabalhar na banca, ao mesmo tempo que fundava a Renovação Comunista e a ATTAC com outros companheiros. Só 6 anos depois me demiti da companhia em que era efectivo (e onde ganhava mais, já agora) para vir trabalhar para o Bloco.

Vens para aqui, para o blog onde escrevo, pôr comentários anónimos dizer que "as pessoas sabem que eu sou um vendido"?! "intrujice"? "Esquerdismo barato!!!" (sou um vendido ao esquerdismo barato. Já só me faltava essa). Tu não tens consciência dos dispartes que escreves?

Já agora que falamos em salários, caro anónimo, ao menos sabes que o BE foi a única força política a votar contra a fixação do salário dos assessores em 3.950 euros mês (a recibos verdes: 47400/ano)?

Enfim. Seja como fôr a nossa troca de mensagens fica finalmente por aqui. A tua participação só degrada o nível do blog e a minha resposta a provocações (ainda por cima anónimas), realmente, também não fazem melhor.

Resto de boas leituras e desejos de melhores dias.

B Aranda disse...

Debate político no sentido "politico" e não "politiqueiro". Era o que lhe queria dizer.

Quando se interroga, ou quando afirma mesmo que devemos romper o acordo com o PS se for concretizada a, para si "cada vez mais efectiva, rescisão de contratos de avença ao abrigo (ufa que veio mesmo a calhar para o Senhor Presidente) da nova lei!". Isso é fazer um debate político que eu estou disponível a fazer.

Não agora como já disse. É a minha opinião.

Quanto ás eólicas: Que novidade é essa agora que, quando se retira uma proposta que pelos visto iria ser chumbada, está a cometer-se um crime?

Enfim... O "controleiro" é que tem razão.

Abraço

Anónimo porque n me quero chatear mais disse...

Essa do auto-excluído pelo secretariado tem realmente muita piada.E a de teres ido trabalhar para a banca é quase à Pina Moura.
Nada melhor que um ex-estalinista para virar mestre-capitalista!!

Anónimo disse...

Borrifa-te para estes provocadores Aranda. Esta malta deve pensar que ainda estáno PREC.

Anónimo disse...

Ai, que barrela de roupa suja que para aqui vai! :-)

É por estas e por outras que este blog é uma desgraça!
Que cambada de autistas e de "fervorosos e religiosos apoiantes do Zé"! O Zé não é um Deus!
A vossa cegueira é uma coisa confrangedora, livra!


(p.s. só para o último interveniente )
...porquê? tinha algum problema que o PREC ainda andasse aí?

Anónimo disse...

OH caro Senhor Aranda.
Claro que sempre ouvi dizer que o Senhor está no Céu.. mas aqui parece que o Senhor terreno é o Sá Fernandes.
Oiça Lá mas quem falou em crime?
Apenas afirmei e reitero
que a retirada de uma proposta porque se sabia já de antemão do seu chumbo, para depois ser tomada por despacho era um acto anti-democrático ou pelo menos de decmocracia duvidosa.
Nunca falei de crime algum.
Acha acto democrático o que se passou?
Acho bem que reveja essa "sua" democracia!
É por estas e por outras... enfim, que eu até já me decidi a deixar de ir ao Maxime ahahaha , estou farto de lá ver a malta bloquista a gastar os milhares de euros que eu não me importava nada de ganhar, justificando a "massa" apenas com os améns á política do Exmo Senhor Presidente.
O rei vai mesmo nu.. a ver se não tenho razão: O Vereador bloquista a passar-se para o PS....ahahaha, a risota pegada o cúmulo das ironias, mas pelo menos terminava esta fachada.

B Aranda disse...

Caro anónimo aqui de cima

Você está com um ataque de partidarite aguda grave. Vê mal em tudo o que escrevo. Parece aqueles benfiquistas que teimam em dizer que o FCP não joga nada e só ganharam o campeonato por causa da roubalheira da arbitragem.

Quando se pergunta em tom coloquial "É algum crime?" não se está a dizer que o sr. acusou alguem de um acto criminal, mas é mais como se perguntasse "qual é o mal?" ou "qual é o problema?"

Depois diz-me para eu rever a minha democracia e pergunta-me se eu acho bem o que se passou... Mas o que é que se passou? Que despacho é esse? Já que está numa de superioridade moral de dar conselhos, também lhe dou um: É melhor informar-se primeiro antes de mandar bojardas para o ar.

Mas que estou eu para aqui a escrever? Já viu os seus ultimos paragrafos? "Bloquistas a gastarem milhares de euros no Maxime"?

Está a resvalar para a pura cretinice e não pense que vai ter respostas na mesma moeda.

Anónimo disse...

A sua resposta foi exemplo disso mesmo....
Apenas "brincava" para amenizar a coisa carissimo blogger. Apenas e só isso. Porque eu adoro o Máxime e cincidência das coincidências vejo lá muito gente ligada ao seu partido.

Essa do "crime" e a sua justificação.. não passou disso mesmo.. desculpa barata.
NOta: não mandei bojarda alguma, apenas escrevi aquilo que por aí foi muito escrito e dito. E como sabe não há fumo sem fogo.
Quanto aos critérios futebolisticos informo ser um leão daqueles bem ferozes. Estamos no lugar em que estamos por puro laxismo e falta de amor à camisola e mesmo com àrbitros a ajudar à queda.. isso não explica tudo. Culpa aos dirigentes e jogadores.
Enfim...
volto a reiterar não sou político nem tenho intenção de o ser. Mas voto sempre porque acho ser meu dever moral.
Ah e votei BE para sua informação. Inclusivé, para minha surpresa estava eu descansado no máxime e eis que entra o Então candidato do BE a dar inicio À sua campanha...
Por isso apenas mencionei o Máxime...
acalme-se, não se enerve por coisa pouca.
Tem ainda muito que inventar, escrever etc etc para tapar o sol com a peneira..aqui aos próximos despedidos.
Um bem-haja para si

Anónimo disse...

O Aranda é um chupista. Dou-lhe uns anos para o ver no Partido dos Chuchialistas. Já na JCP havia gente que achava o mesmo.Aqui está ele e seus comparsas a lixar a vida dos trabalhadores para ver se sobe mais um bocadinho na vida.

Anónimo disse...

Vomo é que o rapaz não se ha-de enervar? Esse último comentário e outros que tenho lido são um nojo! Não é directamente comigo e até eu fico incomodada. Tenham um bocadinho de decência.

Anónimo disse...

MInha Senhora.. se se refere a mim fique sabendo que nunca em momento algum ofendi o Senhor Aranda.. dei a minha opinião discordando, é certo, da dele....
Nunca me ouviu chamá-lo o quer que fosse.
Portanto é bom que faça a distrinça minha cara..
Um bem.haja tb para si

XXX disse...

Ó camarada,
cheira-me que as bocas n são do lado canhoto da Soeiro mas sim cá de dentro. Dps falamos

Anónimo disse...

Não entendo, o porque de tanta, critica ao Zézinho, coitado, ele não tem culpa, já repararam quem esta escondido na moita atrás dele?
O homem só faz o que lhe mandam e mais não o deixam fazer.Tadinho dele.Se querem dizer mal, digam de quem não dá a cara, ai sim, esta o verdadeiro perigo, que da moita tudo controla sem dar a cara e a isso chama-se cobardia.O perigo espreita e ninguém o Vê

Anónimo disse...

O Zé tem um Cardeal de Richelieu? Boa notícia. É que o gajo é um bocado passado, deve precisar de alguém com algum juizo.

B Aranda disse...

Afinal "apenas estava a brincar para amenizar as coisas"... Desculpe lá então. Foi um mal entendido de minha parte.

"decidi a deixar de ir ao Maxime ahahaha , estou farto de lá ver a malta bloquista a gastar os milhares de euros que eu não me importava nada de ganhar, justificando a "massa" apenas com os améns á política do Exmo Senhor Presidente."

Que piadinha tão engraçada. A natureza é sempre generosa para as pessoas! Apesar de tudo deu-lhe um fino sentido de humor.

Nota: Diz-me "NOta: não mandei bojarda alguma, apenas escrevi aquilo que por aí foi muito escrito e dito. E como sabe não há fumo sem fogo."

Mas foi por isso mesmo é que eu não lhe dei nenhuma "desculpa barata" à sua bojarda (para que fique esclarecido quer dizer "asneira", "peta", etc.)

Expliquei-lhe que apesar do que foi escrito e dito, deveria apurar os factos antes de mandar bojardas . Os factos são: O Vereador retirou a proposta (como disse), mas não a implementou por despacho (a bojarda, a peta)

Ainda bem que vocês não assinam nada. Assim ninguém vos cobra o que andam a difundir...