terça-feira, 20 de novembro de 2007

A ÁRVORE E A FLORESTA

Alguma imprensa está a puxar por declarações do deputado municipal do Bloco, na Assembleia Municipal de Lisboa de hoje, 3ª feira, para titular que o "BE ameaça romper o acordo com o PS no executivo da autarquia".


São sérias, realmente, as preocupações sobre a situação dos trabalhadores avençados na CML. O Bloco considera que deve continuar a lutar pela integração dos trabalhadores a "recibo verde" e exigir a reavaliação daqueles que receberam injustamente cartas de rescisão, apesar de também configurarem contratos de trabalho encapotados.

Esta é a nossa convicção: para defesa dos interesses dos trabalhadores do município, da cidade e dos lisboetas, é preciso lutar para que os compromissos sejam cumpridos até ao fim.

Quanto às referidas declarações, o BE é um partido plural que não tapa a boca aos seus activistas, mesmo que seja manifesta a discordância de posições. Cada um assume a responsabilidade dos seus próprios actos. Só os que têm a visão de que os partidos não podem conviver com a pluralidade de opiniões, é que vê divisões e dramas sempre que bule uma palha.

Não confundimos a árvore com a floresta.


[P]









14 comentários:

Anónimo disse...

é isso mesmo, só no PCP é que quem não está alinhado é posto na rua. Boa Bloco!

Anónimo disse...

Mas deixe que lhe diga uma coisa, a declaração do Heitor de Sousa, e a posterior declaração de Sá Fernandes, pode indiciar um Bloco a falar a duas vozes.

Sendo o BE um partido plural a existência de opiniões diferentes até é salutar,só que Heitor de Sousa ao intervir na AM não intervem em nome pessoal, mas como representante do Bloco , e no minimo era avisado ter discutido com Sá Fernandes o teor da sua comunicação...

Assim deu a ideia que cada cabeça sua sentença....

Anónimo disse...

Caros amigos: Tratem primeiro da questão dos recibos verdes antes de se irem embora. Sou trabalhador precário. Entrei na CML através de um conhecimento, como no fundo toda a gente entre em todo o lado: Um colega meu de faculdade era de determinado partido e eu era da turma dele. Entrámos os dois. Ele já saíu. Eu continuo e garanto que trabalho muito mais do que qualquer trabalhador do quadro do meu serviço. Para além disso sou licenciado e não recebo horas extraordinárias quando trabalho aos sábados. Estou disposto a ganhar menos para entrar para o quadro e espero siceramente que isso se venha a passar. Se vocês se vão embora agora tenho medo que isto vá tudo por água abaixo. É que se está a instalar nas pessoas a ideia de que todos os avençados não fazem nenhum e andam todos a viver às custas da Câmara. Não é verdade.

Anónimo disse...

Este não é o Bloco em que votei! O meu é o movimento de gente livre e independente. Estão no mau caminho!

Anónimo disse...

Se não fui explicita digo: Não me agrada ver o Zé Sá Fernandes tão limitado pelo PS. Assim deixam de fazer a diferença!

Anónimo disse...

Se não fui explicita digo: Não me agrada ver o Zé Sá Fernandes tão limitado pelo PS. Assim deixam de fazer a diferença!

Anónimo disse...

ahahah! O bloco ao lado do PCP é um aprendiz de feiticeiro! Independentezzz sim, mas se sais da linha trotskista-maoista levas uma repreensão oral na televisão. Não dou um mês para ele estar fora.

Por de traz de uma capinha muito moderna de partido da nova esquerda, estão os de sempre. eheheh. Proximas eleições: Kaput!

Anónimo disse...

Diga cá o anonimo quem é que no Bloco foi expulso por delito de opinião.

NINGUEM

Como todos sabem o pacto pós eleitoral para a Camara De Lisboa assinado entre o PS e o BE é publico, está lá tudo preto no branco.

Mas no Bloco houve, e há muita gente que discordou, ( discorda ), do pacto, e nunca ninguem impediu que alguem publicamente se pronunciasse ,sobre essa divergência.

Este é um sinal salutar de pluralidade, mesmo que eu continue a dizer que o Heitor de Sousa ao falar ontem na Assembleia Municipal em nome do Bloco, teria sido avisado ter falado primeiro com o Sá Fernandes.

Mas temos de ser objectivos, se se provar que aquilo que Costa assinou, não está a ser cumprido, então que cada um assuma a responsabilidade das suas acções....

BE_Braga disse...

O Heitor afirmou que a posição dele é a posição oficial do Bloco.
O Bernardino Aranda está a dizer que a posição do Sá Fernandes é que é a posição oficial do Bloco?

Anónimo disse...

A concelhia do Bloco já emitiu um comunicado com a posição do Bloco. Onde está essa declaração do Bernardino?

Anónimo disse...

Peço que seja eliminado o comentário assinado, por lapso, be_braga.

Anónimo disse...

O Zé anda limitado pelo PS? Limitado a fazer o quê? Eu sei que em política o que parece, é. Mas então tratem que deixe de parcer!!!

Anónimo disse...

Olá! Eu Sou do PS (mas não sou socrático) e queria que os amigos bloquistas, fossem ver blog Lisboa em Alerta ( http://www.lisboaemalerta.blogspot.com/ ). Aprende-se muito sobre os precários.

Por exemplo:

«Eu que sou funcionário da Câmara no quadro à muitos anos nao entendo esta furia completamente desparatada contra os recibos verdes. Concordo com alguns post's que dizem que o problema nao são os recibos verdes mas alguns reecibos verdes. Por isso o problema nao é o despedimento de alguns recibos verdes mas o critério que foi usado para essa selecção. Esse é que deve ser questinonado. Conheço na Camara mts recibos verdes que tomaram muitos funcionários do quadro fazer um terço do que eles fazem. Claro q há outroscujos contratos nao deveriam ter sido renovados. Se foram contratados para os gabinetes deveriam ter ido embora qd os gabinetes acabaram. Veja-se a vergonha da D.M. Cultura que absorveu gente de vários gabinetes (Amaral Lopes, Helena Lopes da Costa, Lipari, etc... etc...). Finalmente tambem nao aceito esta ideia que pretende passar uma esponja sobre a gestao PSD/PP que criou esta vergonha. Recordo que na Gestão do Dr. Jioao Soares foi feito concurso para termonar com os recibos verdes que obviamente serao sempre alguns. Parece que no tempo de Santana / Carmona nada aconteceu e que agora o mau da fita é o António Costa. Recordo esta vergonha acontece porque Santana/Carmona encheram a Camara de boys laranjas ainda para mais de varias facções; o Carmona nao pôde dispesar os Santanistas mas tb nao os queria e agora temos que aturar os Santanistas e os Carmonistas.»

Porque é que acham que o PCP está a fazer metade do barulho que vocês fazem? Porque, eles conhecem muito melhor a Câmara do que vocês e sabem que metade destes avençados andaram a mamar há demasiado tempo à conta da CML. Porque é que acham que a maioria dos avençados entraram no ano 2002? Eu no meu Departamento vi dezenas a entrar nessa altura.

Não vejam tudo a preto e branco e deixem lá estar o Zé que faz falta.

Anónimo disse...

Quanto ao último senhor deixe q lhe diga q o ano qm q entraram mais recibos verdes foi em 2004, na tesão santanista. Peçam à direcção de finanças os números pq eles estão lá todos.

Saudações e deixem-me ainda acreditar q o bloco e o PC são os males menores