quinta-feira, 18 de outubro de 2007

"Vamos atirar!"



O aristocrata Carlos Ferreira, presidente do Clube de Tiro de Monsanto, garantiu hoje ao "DN" que os tiros vão voltar: "Vamos atirar. Autorizaram-nos, vamos atirar!".

O vereador Sá Fernandes tinha mandado suspender o tiro em Monsanto. Uma proposta aprovada pelo PC, PSD, Carmona e Roseta, na última reunião de Câmara, revoga o despacho de suspensão.

Esperemos que, agora, assumam a responsabilidade da continuação da contaminação do solo com chumbo, o ruido acima do permitido por lei, os bagos de chumbo a cairem sobre os utentes do parque, nomeadamente crianças das escolas, e a destruição de vegetação protegida.

[P]

3 comentários:

gentedelisboa disse...

Ainda não tinham reparado que o PC passou a fazer parte da aristrocacia? Basta ver o estilo do Jerónimo!

Anónimo disse...

O campo de Tiro de Monsanto, o ordenadão dos assessores, o boicote á reavaliação dos terrenos do Parque Mayer,Sá Fernandes soma derrotas.

Valerá a pena continuar a fazer parte desta pseudo-maioria ?...

Passei há pouco pela Fontes Pereira de Melo, ao lado do Palacio Sotto Mayor, 3 edificios em ruinas, e tapados com um cartaz de propaganda dos tempos do Santana.

Vale a pena tirar umas fotografia daquelas traseiras, é a melhor prova do estado em que a dupla Santana- Carmona deixaram Lisboa.

JM disse...

Quem soma derrotas é Lisboa e os Lisboetas. Mas pelo caminho,nem tudo se perde, porque essas derrotas ajudam a clarificar as verdadeiras posições de cada um, para lá do discurso de campanha.

O problema é que é preciso querer para ver. E a maioria das pessoas não quer ver.

E enquanto por um lado temos derrotas, por outro, algumas sementes vão sendo lançadas e aberrações urbanisticas adiadas, na esperança de que os frutos venham a tempo de abrir as pestanas...

"Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa.

Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não."