quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Roseta vai elaborar programa para habitação em Lisboa


"Dirigi um convite às vereadoras [Helena Roseta e Manuela Júdice] para assumirem um conjunto de tarefas, no que é um esforço para que a cidade esteja melhor e a Câmara Municipal de Lisboa (CML) funcione melhor", afirmou hoje António Costa.

Segundo o autarca, será "útil, necessário e positivo" ter Helena Roseta a coordenar a aplicação do Programa Local de Habitação. Manuela Júdice assumirá a liderança do projecto "Lisboa, encruzilhada de mundos", que visa colocar a capital na vanguarda da implementação de politicas intermunicipais para a cooperação e desenvolvimento. Para a vereadora Helena Roseta, o acordo resulta da negociação de "um terreno de entendimento útil para a cidade", pretendendo agora "identificar projectos concretos que serão colocados para aprovação em reunião da CML".

"O acordo segue o que sempre dissemos: os cidadãos de Lisboa fazem parte da solução e não do problema. Já gastámos um ano, estamos descontentes, mas se calhar podemos fazer mais", afirmou a vereadora. Em declarações à Lusa, a vereadora sublinhou que este acordo "não altera a maioria que governa a Câmara de Lisboa", tratando-se apenas de "um simples acordo de cooperação".

A vereadora salientou que a orientação do voto das propostas camarárias do movimento Cidadãos por Lisboa "é exactamente a mesma": "nós mantemos a nossa liberdade inteira de voto". Helena Roseta prescindiu de auferir qualquer rendimento enquanto que Manuela Júdice irá receber o vencimento de um vereador a tempo inteiro.


(fonte: Lusa)


Leia notícia e texto do acordo no Esquerda

7 comentários:

Anónimo disse...

O acordo não tem nada de especial. é como o acordo entre o PS e o Bloco, mas em versão reduzida. Só estranhei que o acordo dissesse: "Acordo de cooperação entre o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e os vereadores da lista Cidadãos por Lisboa". Mas não são duas vereadoras?!! Então porque recorrem à linguagem machista de não reconhecer que estas vereadoras são mulheres?

João disse...

O acordo não tem nada de especial, de facto. O que há de especial neste acordo e no anterior é a esquerda estar a dar de mão beijada a maioria absoluta em 2009 a Costa.
E quais são as políticas de esquerda da CML, alguém me elucida por favor?

José disse...

O acordo BE/PS baseia-se em 6 pontos de uma política de esquerda para Lisboa. O João não acha? Elucide-nos então sobre o que é para si uma politica de esquerda para a cidade.

Anónimo disse...

É verdade, no mínimo esses seis pontos dão um sinal á esqurda. É pena que não estejam a ser cumpridos, desde logo no que diz respeito à Gebalis.

João disse...

Exactamente José, o acordo já é uma cedência em relação ao programa Lx é Gente e o que acontece é que nem esse acordo está a ser cumprido!

Clara Belo disse...

Acho bem. Sempre gostei muito da Helena Roseta, parece-me uma pessoa muito competente. Pode ser que isto contribua para a maioria absoluta de Costa em 2009, mas o que me parece mais importante é que contribua hoje para uma melhoria na cidade de Lisboa. Se os políticos governam autistamente toda a gente se queixa, se envolvem pessoas competentes a trabalhar com eles também criticam. Em que é que ficamos afinal?

Carlos disse...

Não sei se acham este programa de habitação normal, pois eu não acho. Quero dizer que participei num programa idêntico em Madrid e a diferença é muita. de facto este programa não é mais que uma dezena de folhas sem conteúdo nenhum, é impressionante a incompetência desta gente...percebo a boa intenção mas se não conseguem dêem lugar a quem percebe e sobretudo a quem tem vontade.