terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Sá Fernandes considera «estranho» que Estoril-Sol fique proprietária do edifício


O Sol on-line refere que José Sá Fernandes considerou hoje «estranho» que a Estoril-Sol fique com o edifício do Casino de Lisboa no final da concessão, situação que «contraria todas as regras».

O advogado e vereador do Bloco de Esquerda na Câmara Municipal de Lisboa comentava a manchete de sábado do semanário Expresso, que noticiou que o ex-ministro do Turismo e actual deputado do CDS/PP, Telmo Correia, «permitiu à Estoril-Sol obter um verdadeiro "jackpot", conseguindo ficar com a propriedade do edifício do novo Casino de Lisboa».

1 comentário:

lisboeta disse...

Não há dúvida que houve um ministro, maratonista, que assinava tudo: as merdas e a brilhantina. É o cúmulo do gamanço e da depauperação dos bens públicos.