domingo, 13 de julho de 2008

Amesterdão


De férias. Amesterdão é uma das mais bonitas cidades que eu já visitei.

No entanto nem tudo são flores...

Por exemplo, andar de carro em Amesterdão é um inferno! O pessoal queixa-se do corte de trânsito ao Domingo na Baixa, ou que a circulacão condicionada 'está a matar Alfama'... Em Amesterdão o que não faltam são ruas e Avenidas onde não é permitida a circulacão automóvel! Bairros inteiros, com ruas onde passam à vontade 2, só para circulacão pedonal ou de bicicleta!

Para além disso não há lugar para estacionar. Aqueles desgracados devem ter de deixar o carro a uma distância de casa...

Para cumulo, ciclistas por todo o lado... E ciclistas que não respeitam o automóvel! Não se afastam para os carros passarem nem tão pouco comecam a pedalar mais rapidamente, na evidencia de ir ali um gajo com uma máquina muito mais potente, que tem de ir fazer a sua vida. Uma vergonha!

[B Aranda]

12 comentários:

Ralf disse...

Já conhece o Blog dos "Vélib" de Paris ?
http://blog.velib.paris.fr/blog/
Bom domingo
Ralf

Rosa disse...

e o silêncio nas ruas, também não é insuportável?

B Aranda disse...

Nao conhecia. Obrigado.

Entretanto, hoje puz a bicla no metro e fui até ao bosque picnicar. Compenso as calorias que queimo à base de queijo e panquecas. =)

Anónimo disse...

Não sei se é verdade, mas um amigo informou-me que as taxas que se pagam , para se ter carro privado na Holanda são bastante altas.

Casa com uma viatura paga x
Casa com duas viaturas o valor duplica.

Casa com 3 viaturas o valor é pura s simplesmente incomportavel.

Uma boa politica a aplicar em Lisboa.
Onde existem casas com 3 carros, sem garagem ,e ocupando de forma anarquica o espaço publico.

Anónimo disse...

Não era a Helena Roseta que na campanha para a CML ia sempre de bicicleta?
Foi eleita e...não prescinde de motorista.

: )

B aranda disse...

Por acaso, siceramente, acho que ela não disse isso durante a campanha... Eu pelo menos não me lembro e estive bastante atento toda a campanha eleitoral...

No entanto, é o tipo de coisas que podia perfeitamente ter acontecido... É um estilo! Dizem-me, muitas vezes: "Mas é assim é que se faz política"; "Política é Comunicação", e outras coisas do género em que não acredito.

jmendes disse...

O que os amesterdamers fizeram e também a maioria das capitais europeias (Lisboa é uma das excepções), foi reservar para o uso colectivo sustentável e inclusivo, uma grande parte do espaço público.

Anónimo disse...

Traz-me uns charrinhos... Vale?

Anónimo disse...

Aleluia, viva amesterdão

Anónimo disse...

sinceramente acho um absurdo criticares o facto de mal se poder andar de carro em amesterdão, estive la é achei das coisas mais fantasticas o facto de ali quem reina sao 1º as duas rodas 2º o peao e la bem por ultimo o belo do carro que so traz é poluiçao a todos os niveis, e deixa que te diga amesterdao sem 2 rodas nao é amesterdao

Anónimo disse...

E não é preferível ter ciclistas alucinados a automobilistas cheios de raiva e inconscientes, como se vê na cidade de Lisboa? Tivessem os portugueses a capacidade de mudança que têm os holandeses e este paraíso à beira-mar plantado há muito que seria um oásis na Europa. Não damos o mínimo valor nem sabemos respeitar o que a natureza nos dá. Continuamos muito pobres de mentalidades.

Anónimo disse...

Amesterdao e simplesmente a disneylandia para adultos...