terça-feira, 20 de maio de 2008

Coligações Aberrantes


Notícia tirada do DN:


Os presidentes de 41 das 53 freguesias de Lisboa, eleitos pelo PCP e pelo PSD consideram que a apresentação do programa de intervenções nos espaços públicos e espaços verdes de Lisboa, ontem feita por Sá Fernandes (BE) e António Costa (PS) foi "uma cerimónia de propaganda política". Em sinal de protesto e numa iniciativa inédita e "espontânea", os eleitos dos dois maiores partidos da oposição na Assembleia Municipal, abandonaram o Salão Nobre dos Paços do Concelho.


Enquanto o vereador do BE destacava intervenções nos espaços verdes e espaços públicos da cidade, como a recuperação da pista ciclável do Campo Grande ou o programa de intervenção do Parque Eduardo VII, ou ainda, a criação de parques urbanos como o da Quinta da Granja, os autarcas das áreas sobre as quais falava saíam em sinal de protesto."Fomos convocados pelo vereador Marcos Perestrello para participar numa reunião de trabalho sobre os espaços verdes e espaços públicos da cidade. Quando aqui chegámos, deparámos com um Salão Nobre cheio de funcionários dos serviços e com a comunicação social. Percebemos, afinal, que o que estava acontecer ali nada tinha que ver com a auscultação das prioridades sobre as nossas freguesias. Constatámos sim, que muito do que foi apresentado tinha sido trabalho feito pelo vereador do mandato anterior António Prôa", disse ao DN João Mesquita, autarca PSD da freguesia de São José.


Paulo Quaresma do PCP considera que o episódio foi "uma grande falta de respeito pelos presidentes de junta". Quaresma disse ainda que a maioria PS/BE "não nos pode utilizar como figuras decorativas para as suas campanhas eleitorais, pagas com os meios do município. Em show off , Costa é igual a Santana"."Colocar um quiosque no Jardim da Luz é que é qualificação do espaço público? E os moradores de Telheiras que não têm uma zona verde junto às suas casas?", questionou.


O programa de intervenções prevê, segundo Sá Fernandes, um investimento municipal de 15 milhões de euros em "mais de 200 intervenções, entre corredores pedonais, cicláveis e miradouros recuperados. De 2008 até 2011". Para aquele responsável, "ou é desta que temos uma estrutura ecológica em Lisboa, ou então não sei quando vai ser". António Costa, disse que "os planos estão concluídos, agora só falta mesmo é fazer. E estaremos cá para ser avaliados".

34 comentários:

Anónimo disse...

Para mim, que sou apoiante do Bloco de Esquerda, sabe a pouco a transcrição de um texto do Diário de Notícias.

Não têm mais nada a dizer-nos?

Foi convocada uma reunião de trabalho ou não? As Juntas discutiram as intervenções propostas para o seu território ou não? Sabe-se o que querem nos seu bairros os que lá vivem?

Vocês falam com o gabinete do Sá Fernandes?

Sabemos que as Juntas estão em guerra com o Sá Fernandes desde a altura em que as transferências de verbas para a conservação dos espaços verdes passaram a ter novas regras, com as quais concordo absolutamente

O que me parece é que está a faltar "política" na prática do Vereador Sá Fernandes. Se a "guerra" com as Juntas já era conhecida e sabendo que a coligação PCP/PSD pode sempre fazer a cena do abandono, há que não lhes dar hipótese de sair por cima e criar as condições para saírem sempre por baixo.

Para isto é preciso que o Sá Fernandes cumpra com aquilo que me parece serem princípios fundamentais de uma gestão política municipal de esquerda:

Planeamento urbano participado, (eu sei que dá trabalho)em que os munícipes se revejam e que corresponda as suas necessidades. (Como é que o bloco defende um Orçamento Participado - estão lembrados da promessa eleitoral? - quando os projectos apresentados pelo seu Vereador são decididos no gabinete?)

Projectar com as pessoas e não projectar para as pessoas, convencido(s) que tem(os) a verdade no bolso.

Por muito convicto que esteja da sua verdade, (que até pode coincidir muitas vezes com a minha...) Sá Fernandes, eleito com os votos do Bloco de Esquerda, vai ter de ouvir quem vive em Lisboa, porque aquilo que eu cada vez mais ouço são pessoas que votaram nele a dizerem que assim, não... e que próxima, ou o Bloco apresenta uma candidatura credível ou se abstêm.

Anónimo disse...

Começo por achar espantoso que estes presidentes de Junta, eleitos no tempo do Carmona, se preocupem mais em fazer oposição ao Sá Fernandes, do que em preocuparem-se com os bairros de que são presidents de junta.

É aberrante que alguem ligado ao PSD, venha dizer que afinal tudo já estava decidido no tempo do Antonio Proa, só para os mais esquecidos, os calotes do Santana e do Carmona, fizeram com que o miradouro de S. Pedro de Alcantara estivesse dois anos sem obras, e foi já esta vereação que desbloqueou as verbas, que permitiram a sua abertura.

Basta ver tambem, o estado de degradação, a que Antonio Proa e tambem os presidentes de Junta, a começar pelo de Alcantara, deixaram chegar os espaços verdes de Lisboa.

Pode haver criticas ao trabalho do vereador Sá Fernandes, mas este senhores não têm nenhuma ética para o criticar.

Aliás se em lugar de ter havido eleições só para a Camara, as tivesse tambem havido, para a Assembleia Municipal ,e para as Juntas de Freguesia, a maioria desta tropa fadanga já há muito tinha perdido o lugar.

Anónimo disse...

Já agora ao anonimo de cima, certamente temos opiniões diferentes sobre o trabalho do Sá Fernandes, olhe aquilo que eu ouço, é bem diverso daquilo que o meu amigo diz ouvir.

O Sá Fernandes talvez precise de utilizar mais a comunicação social para dar conhecimento do seu trabalho.

Mas as pessoas que acompanham as suas iniciativas até estão a dar-lhe um apoio que estravasa a base que o apiou nestas ultimas eleições.

Quem assistiu por exemplo á sessão em Benfica sobre a Fabrica Simões , posso garantir-lhe que no fim as opiniões eram quase unanimes,que com ele se podia contar para defender Lisboa.

Anónimo disse...

Mas não acham que o Zé cada vez está mais colado ao PS? Deviam ter cuidado com isso. Ou será que agora o Bloco acha que isso é bom?

Anónimo disse...

Nas votações o que se tem visto é o Zé ter votado CONTRA muitas propostas do PS.

Aliás quem fôr isento, e minimamente informado, apesar de nem sempre a imprensa fazer eco de determinadas votações, o que se tem visto é a INDEPENDENCIA de Sá Fernandes , votando SÒ aquilo com que está acordo.

Já a aliança contra natura do PCP-PSD, que começa nas juntas de Freguesia, e acaba com espectaculos de quinta ordem , como o abandono de uma reunião ainda esta semana, aí sim o PCP está cada vez mais colado ao PSD.

Anónimo disse...

Concordo totalmente com o 1º anónimo.
O BE não tem que se espantar com a coligação PSD/PCP + o Carmona quando calha. O que os votantes do BE esperam dos seus representantes é capacidade política e discernimento.
"O Sá Fernandes talvez precise de utilizar mais a comunicação social para dar conhecimento do seu trabalho" - mas o Sá não deve misturar reuniões de trabalho com apresentações públicas.
É da maior importância que o Sá não faça aquilo que o PC e PSD fizeram no passado.

Anónimo disse...

Ó anónimo da INDEPENDENCIA, será mesmo, mesmo assim? Outra coisa não poderias dizer, claro!

Anónimo disse...

A independ~encia é tão garnde que até vai as reuniões da concelhia do PS. Só espero que não seja mais candidato do BE.

Anónimo disse...

Ainda não tive resposta às interrogações que me preocupam.
Serão interrogações que também vos preocupam?
Como é que isto se resolve?

O 1º anónimo

Anónimo disse...

Qual é o trabalho do Zé? O não cobrar taxas ao Rock-in-Rio, em lugar de uma "ponte" pedonal solução de todos os males? É o estado do Jardim da Estrela? da Quinta Bensaúde? da Quinta das Conchas? tudo culminando agora com uma apresentação de intervenções que, essas sem dúvida, estravasam o seu mandato? Promendo fazer o que não fez, nem deu passos para isso neste mandato? É isso? É recusar-se ouvir as Plataformas cidadãs como o observatório do Parque da Bela Vista? dizendo que não está oficializado, quando enquanto cidadão apoiou inumeras plataformas como a Plataforma pelo Monsanto, que era tão oficial quanto a do parque da Bela Vista? É isto ouvir os cidadãos? Desculpem-me mas se é assim então o Zé não faz falta nenhuma.

Anónimo disse...

Por acaso ainda não vi anunciada a presença da Rita Magrinho e do Ruben de Carvalho em reuniões do PSD, mas não deve faltar muito, por enquanto já combinam actuações conjuntas dos presidentes de Juntas, PSD-PCP como se viu há dias na Camara Municipal.

O Observatorio da Bela Vista , tem todo o direito de existir, eu qualquer dia mais a familia, tambem crio o observatorio dos espaços verdes de Alcantara( que estão uma vergonha), o problema é a sua representatividade.

Sá Fernandes tem CUMPRIDO o programa com que se apresentou aos lisboetas e foi por eles sufragado.

Reconheço que todos queriamos muito mais, mas com a falta de verbas, fruto de muito despesismo anterior, é dificil fazer melhor.

Só que eu decidirei em 2009 , em função do que fôr cumprido, e não enbarco em campanhas de bota abaixo,aliás como eu gostaria de ter visto parte deste criticos serem tão acutilantes, quando o TERRAMOTO Santana-Carmona se abateu sobre Lisboa.

Mas nesse tempo, tanta gente esteve calada, ou só fez criticas pifias.... a começar pelos vereadores do PCP.

Isabel Faria disse...

Pois é, o problema é que com as atitudes dos outros, podemos nós bem...temos é que nos preoccupar com as nossas. E a história de que os outros fazem pior...não é séria nem clarifica nada. E, sobretudo,é, desculpem o termo, de uma constrangedora cobardia política.

Partindo das qestões do 1º anónimo e reiterando-as: não há no Gente de Lisboa ninguém que responda? Melhor, não deveria haver no Gente de Lisboa, alguém que responda?
Melhor ainda, podemos, pode o BE, dar-se ao luxo de não haver no Gente de Lisboa, alguém que responda?

Eu, possivelmente, não serei a pessoa indicada...

Anónimo disse...

Isabel Faria

Talvez seja por vir de militâncias antigas que me faça confusão, quando deixo aqui algumas perguntas que me parece serem interrogações de muita gente, não ter qualquer resposta.

Não é varrendo para debaixo do tapete que se resolvem as contadições que parecem evidentes. É do confronto que nascem coisas novas. Materialismo dialético à antiga. Serei eu que não pertenço a este tempo?

1º Anónimo

Isabel Faria disse...

Não sei anónimo. Mas se for por uma questão de eesa postura estar fora de tempo, vamos ter algumas dificuldades em nos safarmos nos´próximos tempos...

A mim, parece-me mais a opção pelo tapete...e alguma falta de respeito, acrescento. Que me perdoem os meus camaradas que fazem o Gente de Lisboa.
Hà opções que se devem fazer. Se temos um Blog aberto a comentários e, ainda por cima, se o usamos como transmissor de opções políticas assumidas, devemos ter a preocupação de por aqui ficar...
O Gente de Lisboa não é um Blog qualquer...é assumidamente um BLog feito por pessoas que fazem parte do GM de Sá Fernandes, alguns asumidamente militantes com responsabilidades no Bloco...e ou se demarca dessa evidência ou então, alguém tem a obrigação, e não me ocorre outro termo, de arranjar um tempinho para aqui vir, sem ser só para colocar posts.

Há comentários que não são sérios e até sou capaz de compreender (num Blog como o Gente de Lisboa, custa-me a aceitar) que se passe ao lado.
Hà outros que o são. As dúvidas que aqui deixou mereciam uma resposta clara.
Uma semana à espera de resposta parece-me demais...até porque entretanto já se colocou aqui mais uns quantos posts.

Varrer para debaixo do tapete não pode ser opção.
Não se nos assumimos com nome e com responsabilidades. O que o Gente de Lisboa faz.

Anónimo disse...

Parece que o problema, e sou apenas uma observadora atenta, é que tudo isto passou ao lado do gabinete do Sá. Foi conduzido pelo Perestrelo e pelo Sá... Como é que vcs querem que alguém do gabinete ou do bloco responda? Vão perguntar diretamente ao Sá. Escrevam-lhe um mail ou qualquer coisa do género... apertem com o bicho ;)

Anónimo disse...

Mas afinal quais são na realidade as dúvidas....

Que o PCP-PSD fazem uma coligação negativa contra Sá Fernandes?

Que qualquer proposta de Sá Fernandes tem quase sempre esta coligação contra?

Ou que esta reunião sobre os espaços verdes, era meramente uma forma de propaganda?

Eu vi escrito , com todas as letras, que o Sá Fernandes tem reunido com presidentes de Juntas, mesmo que muitos depois o critiquem publicamente , vidé caso de Alcantara.

Que todo este projecto tem um espaço de tempo para ser realizado, e neste caso, penso que é de toda a justiça, pedir contas, mas só depois de haver tempo, para pôr as propostas em marcha.

Se estão totalmente em desacordo com estas propostas, e têm alternativas, tudo bem... eu estive há dias no Palacio da Ajuda, bastante degradado por sinal, e cada sala tinha o nome de uma empresa ,que segundo o anuncio teria contribuido para a sua conservação, era a sala Nestle, a sala Millenium, a sala Finibanco, confesso que não gostei, mas se não há verbas do Miniterio da Cultura para manter os espaços publicos, ao menos que os privados o façam....

Pode parecer que isto não tem nada a ver com o assunto, mas desculpem, é que eu ainda não percebi a polémica.

Será que estão muito preocupados, porque certos presidentes de Junta resolveram dar show.... ou acham que Sá Fernandes, não tem cumprido o programa com que se apresentou aos lisboetas?

È esta questão que eu gostava de ver respondida...

A minha opinião é que tem cumprido.

Isabel Faria disse...

Último anónimo, desculpa lá o desabafo mas tu deves ter uma certa tendência para ter Deuses e Santos...e veres umas forças negras e demoniacas escondidas atràs de qualquer duvudazinha.
As perguntas eram tão simples...foi convocada uma reunião de trabalho, como alegam os Presidentes de Junta ou uma apresentação pública, que poderia justificar o aparato?
È que uma coisa justifica o espalhafato que os ditos estão segramente ansiosos por fazer...a outra retira-lhes qualquer credibilidade. A eles e aos espalhafato.. È compicado de entenderes? OU de responder?

Depois havia aquela questão mais profunda: foi o programa dos Espaços verdes discutido com os municipes, ou não?
A pergunta não era se foi com os Presidentes de Junta, que tu até afirmas que já deviam ter sido subsitutuídos e secalhar com razão, era com os municipes...com os eleitos pelo Bloco para as Freguesias não foi...foi apresentado, sim. Depois de concluído. E nem estou a dizer se concordo ou não com ele...agora, discutido não foi. Pelo menos, comigo não.

E depois havia a outa pergunta aquela que eu reiterei: não há no Gente de Lisboa ninguém que responda??

Agora essa treta de se estar em desacordo então tem que se ter alternativas, desculpa´não é uma treta. São duas em uma.
Primeiro, porque ninguém aqui disse se estava em acordo ou em desacordo (aliás em acordo com quê? com o abandono dos presidentes das juntas? com fazer de uma reunião de trabalho, a ser para isso que foram convocados, uma sessão de propaganda? com o Palo verde em si? com se dever ou não ouvir os minícipes?) e por isso temos que propôr alternativas a quê???. A qualquer destas singelas perguntas ou a todas??

Mas como dizia ali a nossa observadora atenta...o problema é esse. E é esse que temos que resolver.Por email ou assim.

Anónimo disse...

É notório que o PSD e o PCP fazem uma coligação negativa. É mesmo uma vergonha. Mas não lhes dêem argumentos, por favor. O Bloco tem experiência política suficiente para resolver isso. Parece que o Sá Fernandes, nem tanto. Ou terá outros interesses? A resposta do anónimo anterior à Isabel Faria fez-me lembrar a conversa dos vendedores de automóveis: não falam sobre o que queremos, mas sobre o que lhes convém para o negócio.

Anónimo disse...

Nunca pensei que três perguntinhas fossem tão incómodas e provocassem algumas reacções um pouco "pavlovianas".
Aliás, eu, que sou muito crédulo, ainda tenho esperança que quem administra o Blogue, tal como disse a Isabel Faria, não vem muito às caixas de comentários.Se assim não é, a situação é bem pior do que me parecia. Porque as tais três perguntinhas, para além de serem meros pressentimentos de caminhos a evitar, eram uma oferta de um pretexto para esclarecerem os leitores do blogue sobre o que se tinha passado.

Já agora deixo outra interrogação. Parece não haver qualquer comunicação do Bloco de Esquerda com o Vereador Sá Fernandes. É mesmo assim?

Aos apoiantes acríticos: Não me confundam com a oposição a Sá Fernandes. Votei e ainda votaria. Espero não vir a ter no futuro razões para alterar o meu voto.

O 1º Anónimo

Anónimo disse...

Por vezes nestes comentarios fazem-se afirmações, que merecem ser contestadas.

O Abrupto é o blogue oficial do PSD.... ou o blogue do Pacheco Pereira...

O Troll Urbano é o blogue oficial do Bloco de Esquerda.... ou o blogue da Isabel Faria e amigos....

O Tempo das Cerejas é o blogue oficial do PCP..... ou o blogue do Vitor Dias....

O Gente de Lisboa é o blogue oficial do vereador José Sá Fernandes....ou o blogue do Bernardino Aranda....

Todos os blogues destes cidadãos activos politicamente,e militantes responsáveis nos respectivos partidos,refletem e ainda bem, as suas opiniões pessoais, e a sua liberdade de opinião.

Se eu quiser contestar determinada posição do Bloco de Esquerda, ( por exemplo), envio um mail ao Bloco directamente ou ao Esquerda Net, e não ao Troll Urbano.

Tal como se eu estiver em desacordo com determinada actuação do vereador Sá Fernandes , dirijo-lhe directamente um mail, pedindo um esclarecimento, manifestando a minha critica ou discordância , ou até as minhas duvidas , diga-se de passagem, que na generalidade obtenho resposta.

Julgo por isso que a exigência feita ao Blogue Gente de Lisboa e ao Bernardino Aranda, , é neste caso muito pouco eficaz, a não ser que na realidade, já se tenha uma opinião formada, e não se queira qualquer um esclarecimento.

Dito isto e como não sou porta voz de ninguem, , cabe ao Benardino Aranda autor deste blogue, dar a resposta que entender ás duvidas que lhe foram colocadas.

Quero no entanto lembrar á Isabel Faria, que ainda não há muito tempo, um jornal lhe atribuiu afirmações sobre determinada actuação de Sá Fernandes, que se revelaram falsas, é verdade que nem tudo o que a imprensa publica é lei, e por isso e como não vendo carros, tenho tentado informar-me , sobre a actuação do Sá Fernandes,sei que há partida, muita gente discordou da aliança BE-PS em Lisboa, mas seria util, pelo menos que houvesse um pouco de discernimento, e se passasse a discutir argumentos.

Quantas vezes o Sá Fernandes já votou contra propostas do Costa e do PS...

Querem uma e muito importante....

O Bloco propôs um numero limitado de assessores por vereador e um limite salarial para esses asssessores , foi derrotado, entre outros pelos vereadores do PS, PSD e PCP.

A quando do falhado Rali Lisboa Dakar, Sá Fernandes votou contra atribuição de um subsidio, pois não entendia que a Camara que já dava todas as facilidades, ainda desse subsidios a uma empresa que há partida iria dar bons lucros, o fiasco da prova não permitiu isso , mas a atitude é de registar ,e a Camara acabou por nem sequer obter a devolução do dito subsidio, já agora vejam quem votou pela atribuição do subsidio....

Quando O PS e Antonio Costa tentaram despedir os ditos avençados, quem encabeçou a resistência a essa medida, com os resultados hoje conhecidos.

Poderia dizer que Sá Fernandes não esteve presente por discordar, da entrega da medalha ao Durão Barroso.

Poderia ainda falar da frente Ribeirinha e do Judice.

Poderia falar da tentativa de moralizar o dinheiro entregue ás juntas, para tratarem dos espaços verdes, dinheiro que tem servido para tudo, é ver o caso de Alcantara, em que esses espaços da responsabilidade das Juntas,foram ao longo dos anos na maioria dos casos autênticas lixeiras.

Poderia dizer que o Sá Fernandes quer fazer concursos publicos abertos, e as melhores propostas sejam as que vençam , muitos presidentes de Junta, querem ajustes directos, PARA AS EMPRESAS DOS AMIGOS.

Tem sido isenta de criticas a actuação do vereador Sá Fernandes?

Certamente que não, agora o que não se lhe pode negar, é empenhamento na melhoria da sua cidade.

E na pratica não foi para isso que ele foi eleito....

Parece que para certas pessoas, esse aspecto é de todo secundario.

Desculpem caros amigos, mas para mim nascido criado, e habitante de Lisboa, eu julgo o trabalho dos vereadores por aquilo de positivo, ou de negativo fazem pela minha cidade, outros terão outro tipo de julgamento, e se calhar outros objectivos......

Anónimo disse...

Para o Anonimo que coloca uma questão que me parace KAFAKIANA... então parece-lhe que não há dialogo entre o Bloco e o Sá Fernandes...

Caro amigo o Sá Frnandes é um vereador independente, apoiado pelo Bloco de Esquerda e por muitas outras pessoas não integradas partidariamente.

Certamente que há canais e dialogo regular com o Sá Fernandes, e o BE, o Benardino Aranda é militante do Bloco, e faz parte do gabinete de apoio ao Sá Fernandes.

Na Assembleia Municipal há varios eleitos do Bloco.

Por isso não sei onde quer chegar.....

Se me disser que o Bloco precisa de melhor organização entre todos os eleitos para as juntas de freguesia de Lisboa, e os eleitos do Bloco para a Asssembleia Municipal , nesse aspecto estou de acordo consigo.

Agora compete aos orgãos dirigentes do Bloco, e já agora á novel comissão de Lisboa do Bloco, encontrar formas de tornar esse participação local mais eficaz.

Não compete ao vereador Sá Fernandes que nem sequer é militante do Bloco, resolver um problema, que tem muito mais de organizativo do que de politico.

Isabel Faria disse...

Só muito à pressa, porque contigo já há muito que sei que não se vai longe na discussão. Até porque não tenho carta de condução...

Primeiro,apesar do Troll não ser, obviamente, o Blog oficial do BE, tento nunca deixar qualquer dúvida legítima ou qualquer ataque, ou qualqquer provocação ao Bloco sem resposta. A minha resposta, como Isabel Faria e como militante do Bloco.
Cada qual é livre, evidentemente, de fazer ou não fazer o mesmo...

Apenas uma nota final: a única vez que desmenti um orgão de informação foi a Lusa. E creio que não tornei público esse desmentido. Enviei-o apenas a quem achava necessário : à própria Lusa e à CP do Bloco.
Creio que a vez de que falas, foi uma vez em que tu inventaste neste Blog que uma gaja qualquer do Sol que eu não conheço de lado nenhum e que nem deve saber que eu existo, me tinha posto a dizer coisas...quando depois te provei (ok, sperava ter provado) que estavas equivocado. Que a sra. nunca tinha falado no meu nome.

Isto não vem nada a propósito..só que a porra de se ter um nome obriga-nos a ser claros...quando sistematicamente como tu fazes se opta por acusar ou insinuar sob a capa do anonimato, as coisas tornam-se mesmo mais fáceis...

Compreendo perfeitamente que as pessoas optem pelo anonimato...mas penso que se deviam coibir de insinuações ou acusações.
Alem de que, parafraseando um comentador ali atràs, se eu tivesse carta não comprava um carro a um vendedor anónimo.

Continua a ver objectivos dantescos e´m quaqluer duvidazinha..que pode ser que te sintas bem...mas duvido mesmo que consigas vender o autom´vel.

Anónimo disse...

Nem pretendo vender automoveis novos ou usados, quero sim acompanhar a actuação do Sá Fernandes de uma forma que julgo isenta, mas tambem critica,... só que...

Quando Sá Fernandes propôs o orçamento participativo , houve um coro de criticas, mesmo daqueles que como o Presidente da Junta de Carnide PCP, já tinha anteriormente defendido uma proposta semelhante ( significativo)....

Quando Sá Fernandes propôs reuniões descentralizadas , mais um coro de criticas dos presidentes de Junta do PSD -PCP, afinal nas reuniões já realizadas, ( poucas segundo o meu ponto de vista), tem-se visto bastante participação das populações ( cito uma vez mais o caso de Alcantara) só que os Presidentes de Junta, muitas vezes não saem muito favorecidos, dado o coro de criticas sobre a falta de respostas, que dão aos problemas dos seus bairros, e se calhar é isso que eles temem.

Mas nem tudo está bem, o Pavilhão Carlos Lopes, não há maneira de começar a ser recuperado, apesar de haver as verbas do Casino para esse efeito.

A forma como se tentou cortar verbas para os arraiais populares, a festa mais tipicamente lisboeta, e que a pressão das colectividades, obrigou e bem a rever , as verbas a serem atribuidas.

O Imbroglio que continua com o Parque Mayer, em que um concurso publico, com um juri acima de qualquer susapeita, dirigido pelo arquitecto Nuno Teotonio Pereira, foi contestado por um dos concorrentes derrotados , obrigando tudo a voltar a estaca zero, com o Parque cada vez mais degradado, e o Capitolio qualquer dia a cair de podre.

Etc ETc ETc.

Nem tudo está bem.

Eu como Lisboeta gostaria de muito mais empenhamento, e apesar da falta de verbas, mais trabalho a ser feito, agora não transformem o Sá Fernandes no bode espiatorio, das divergências ( salutares para mim), que existem dentro do Bloco de Esquerda.


Lembrem-se que ter o vereador Sá Fernandes como vereador, mesmo como independente na Camara è uma msis valia, para Lisboa e para o BE.

E o trabalho autarquico não é a Assembleia da Republica.

Quantas vezes já a Isabel Faria terá votado proposta do PSD do PS e do PCP, na sua junta de freguesia, quer dizer com isso que anda a reboque dos outros partidos.

Quantas vezes o Sá Fernandes votou favoravelmente propostas do Carmona Rodrigues, aliás muitas aprovadas por unanimidade.

È verdade que fazer uma aliança, não é o mesmo que votar favoravelmente uma proposta, mas fazer uma aliança, que dá TODA A LIberdade de voto, faz toda a diferença.

É neste ponto que eu discordo da visão que eu julgo sectaria de alguns companheiros que militam no Bloco, são contra a aliança BE-PS, e por muito que seja claro que Sá Fernandes e o BE mantêm toda a indepêndencia, para eles isso não tem qualquer relevancia.

Significativo que a Isabel ,que faz parte da direcção do BE de Lisboa, não conteste a ideia, de que existe falta de dialogo entre o BE e o Sá Fernandes.

Isso sim é muito grave, eu se estivesse na posição dela, não passaria ao lado deste tipo de questões.

Ela passou, eu anoto.....

Isabel Faria disse...

Pois é, Anónimo, mas eu não sou tu...
E passo. Deliberadamente.
Como costumas passar pelo Troll até entendes que passe. Já lá expliquei n vezes...é uma opção. Pode ser discutível, claro. Mas é a minha.

Anónimo disse...

Esse anónimo é um tipo muito bem informado de tudo o que se passa na concelhia, no gabinete, com o Sá Fernandes, na Câmara, etc. Claro que só pode ser do gabinete do Sá Fernandes e da concelhia do Bloco.E está muito interessado em promover o nome do Bernardino Aranda. Advinham quem será? Começa a ser ridiculo!

Anónimo disse...

Não procurem fantasmas onde eles não existem....

Não é preciso ser do gabinete do Sá Fernandes, para qualquer cidadão que apoie o Bloco, saber o que Sá Fernandes vota ou não, e para ter respostas ás duvidas basta, enviar um mail ao Sá Fernandes, dá assim tanto trabalho?

Ou será que na realidade não se pretendem respostas?

Não é preciso ser da concelhia do Bloco nem sequer militante, para se perceber que falta ao Bloco uma coisa comezinha que se chama organização, e que tem sido o seu calcanhar de Aquiles .
Quando referi que sendo a Isabel da concelhia de Lisboa, e acrescento essa deveria ser uma das suas princiais peocupações, é uma opinião pessoal, possivelmente ela pode não estar de acordo.

Quanto ao facto de eu estar a promover o Bernardino Aranda, a essa só posso responder com uma gargalhada.

Quanto assunto Sol, e a uma jornalista chamada Margarida Davim, o mal é que por vezes , eu escrevo ao correr do teclado e não vou transcrever ponto por ponto, as afirmações de uma pseudo jornalistas.

O que eu disse na época e renovo, foi o que a Margarida Davim escreveu, A Isabel imediatamente DESMENTIU, está desmentido, aliás ela disse que pediria desculpas ao Sá Fernandes , logo que o encontrasse ( lembras-te), o que eu queria ressalvar, é que nem tudo o que a imprensa escreve é correcto, mas Isabel entendeu isso como uma acusação.

É por vezes destes pequenos nadas que surgem grandes divergências, e como julgo que o assunto de fundo pelo menos para mim, é continuar a apoiar o trabalho do Sá Fernandes enquanto ele me der garantias de continuar a defender o programa com que se apresentou aos eleitores, e que teve o meu voto, tudo o resto são questões que me dizem muito pouco.

Isabel Faria disse...

Anónimo, ok...vamos deixar essa história da sra do Sol, que não foi bem assim, mas isso faz parte da espuma dos dias..
Eu não disse que a questão da organização do BE e da ligação da Cocelhia ao Vereador, não era uma preocupação minha...disse é que não vinha discutir para aqui o que penso dela.
Já repeti vezes sem conta no Troll que há questões que só aflorarei publicamente depois de o fazer nos orgãos próprios. Neste caso na Concelhia.
Pretendo manter esta opção, pelo menos até que sinta que ela está a violar a minha liberdade ou os meus princípios.

Também podes não concordar...mas é a minha!!

Ah e concordo contigo. Ã única discusão que vale a pena ter é se estamos ou não a cumprir o programa com que nos apresentámos aos eleitores e pelo qual vamos ter que reponder em 2009...e que ultrapassava (ultrapassa) em muto os espaços verdes.

bloquista disse...

Ena tanto comentário!

E em que ficamos? Será que os desgraçados dos presidentes de junta foram, coitadinhos, chamados para uma reunião de trabalho e afinal era uma apresentação de obras que esse malandro do Sá Fernades tenciona fazer?

Eu estou como a Isabel Faria e outros anónimos! Votei no Bloco mas estou muito chateado com esse malandro que só quer é fazer mal.

Acho muito mal não vir aqui ninguém do gabinete do Sá Fernandes ou mesmo o próprio Sá Fernandes responder a estas magnas questões.

Eu por acaso vi as notícias no dia anterior a anunciar que no dia seguinte ia haver uma apresentação de projectos para os espaços verdes, mas tenho quase a certeza que o malandro do Sá Fernandes convocou os presidentes de junta para "uma reunião de trabalho".

Porquê? Boa pergunta! Porque o Sá Fernandes só está bem a enganar as pessoas. Até enganou o sr. Domingos Névoa, vejam só!

Para além disso, como já aqui foi dito, aquela obra é só propaganda. Não vai ser feita.

E mesmo se fôr feita, não presta para nada, porque não se pode fazer obra para os municipes, mas com os municipes.

Quando um verdadeiro homem de esquerda estiver na câmara, aí sim, será obra como deve de ser. Discutida com os presidentes de junta que são o suprassumo dos anseios mais profundos da população, mesmo quando resultaram de um acto eleitoral que já deu o que tinha a dar com a queda da câmara e o partido maioritário reduzido a 3 vereadores.

Digo mais: O Sá Fernandes cheira mal da boca e eu desafio a direcção do bloco a vir aqui publicamente fazer o mea culpa e responder-me a mim e a todos os eleitores do Bloco porquÊ que ele cheira mal da boca.

Anónimo disse...

O problema não é ele cheirar mal e ter um ar seboso, o mal é ele andar a dormir com o PS e dizer que é vereador do Bloco.

Anónimo disse...

Bom vamos falar de coisas sérias, pois comentários, como o do último anonimo, só merece DESPREZO....

Está na Net um abaixo assinado que defende a geminação de Lisboa com a cidade de Gaza, essa é uma forma de solidariedade com o povo da Palestina.

Vão lá e assinem.

Anónimo disse...

Thomas Hobbes dizia..
" a verdade não deixa duvidas" (a asolutamente ningúem) - um grão de feijão dará um feijoeiro nunca uma laranjeira.

Onde eu quero chegar com isto?
a Resposta é simples

a avaliar pelos comentários proferidos e as pessoas referidas, ninguem aqui discorda do ANTÓNIO COSTA.

Essa é que é Essa
Livra

Ant Lg

Isabel Faria disse...

Bloquista, ponho as mãos no lume...que não há nenhum bloquista que escrevesse palavras reles que escreveste...convencido que estava a ter alguma piada.
Ponho as mãso no lume pela inteligência e pela hombriedade dos meus camaradas de Partido...

António, como o único nome aqui é o meu...digamos que não te respondo em público...

Anónimo disse...

"a avaliar pelos comentários proferidos e as pessoas referidas"

Acho que esta expressão "pessoas referidas" têm a ver com os vereadores na CML e os presidentes de junta . E não à Isabel

Anónimo disse...

fónix! 33 comentários???!!!
eh eh eh esta malta vermelha gosta mesmo é da porrada verbal... tomaram-lhe o gosto nas cantinas das fábricas, não foi?... ou terá sido nas cantinas da universidade, onde a esquerda caviar gosta tanto de se pavonear?