terça-feira, 17 de junho de 2008

Mais uma tenebrosa privatização do espaço público!!!

«Abre Nuncio Vade Retro!
Querem vender a nação!»

(José Afonso na 'Arcebispada')



O PSD vai apresentar uma “Moção de Censura” ao Vereador José Sá Fernandes.

As razões são de várias ordens: desde o túnel do Marquês (claro!) e o “bloqueio militante do executivo camarário nos anteriores mandatos” (está explicado porque é que caíram), à Praça das Flores (evidentemente!).

Mas a gota de água para o PSD é que “Vai agora privatizar o Jardim da Estrela entregando-o à conhecida cadeia de hipermercados continente, mais uma vez prejudicando todos os seus utilizadores em benefício de um poderoso grupo económico.”

Assim vai a honestidade intelectual dos deputados da Assembleia Municipal.

Para que conste, sucintamente, o Continente, no âmbito do mecenato ambiental, tem financiado variados projectos em todo o país. Em Lisboa, financiará uma extensão do parque infantil no Jardim da Estrela e colocará lá uma placa a dizer que aquela obra foi financiada pelo Continente.

Há quem diga que, face ao ridículo desta “Moção de Censura”, o PSD acabará por retirá-la, tendo já feito entretanto o seu pequeno número político…

Também eu gostava de ter assim tanta confiança na lucidez destes deputados, mas infelizmente não tenho

[B Aranda]

5 comentários:

Anónimo disse...

Convem dizer que a Moção não é do PSD mas sim de Vitor Gonçalves.

Esse Vitor Gonçalves é um demagogo da pior espécie. Um bom orador que diz o que fôr necessário dizer para aparecer.

Marta disse...

Se os munícipes tivessem sido claramente informado sobre como e quais seriam as intervenções nos jardins de Lisboa, agora não teriam estas reacções.

Depois de um post que fiz, sobre a Praça das flores, em que referia o Jardim da estrela na brincadeira, fiquei a saber que este seria também alvo desse tipo de acordos.
Vim a este blog tentar esclarecer o que sopunha ser um mal entendido e não só fiquei na mesma, como também fiquei chocada com o post sobre a Praça das Flores, pelo que ele omitia.

Agora, acabo de saber que foi aprovada a moção de censura.
É óbvio que perante tanta indignação e desinformação, a oposição não iria deixar passar esta oportunidade.

B Aranda disse...

A Marta tem toda a razão: O Post sobre a Praça das Flores (o primeiro, certo?), que era basicamente o comunicado de imprensa do Gabinete a dizer que a praça ía ser requalificada, omitia o como... Pela Skoda, como uma das contrapartidas,da forma que sabemos.

Repare que o Jardim da Estrela é uma operação totalmente diferente, certo?

Também me parece que é natural que a oposição aproveite a onda para procurar o assassinato político do Sá Fernandes. Mas meter no mesmo saco o Jardim da Estrela e o continente é pura demagogia.

A marta diz-me que não tem informação sobre isso e que "gato escaldado...", mas estes srs. são deputados municipais. Têm acesso a todos os documentos, sabem exactamente os termos das operações, etc, etc. (por acaso até, se calhar não sabem porque não são muito dados a aprofundar assuntos)... Mas é assim que se faz hoje em dia a política...

Nota: Aprovada a moção com os votos a favor do PSD e CDS. PCP (e verdes, imagino) abstiveram-se e PS e BE votaram contra.

Anónimo disse...

Ah que giro! Que granda tourada! Esta coligação de medíocres é só a rir. Espero bem que o Zé lhes faça como o Zé Povinho, um grande manguito. Venham mais moções de censura destas, pá.
É impressionante como a vontade de poder de uns se mistura aos preconceitos esquerdistas para abater o Sá Fernandes. Pena que tanta gente que tinha obrigação de ver mais longe (quantos deles com anos de militâncias várias) se deixe envolver neste tipo mde campanhas...
Quanto a mim continuo a pensar o mesmo:
venham as ciclovias, venham os parques recuperados com mecenato, nada a opor. Força aí pessoal, a população de lisboa não está representada nos lunáticos que vêm para aqui mandar postas de pescada.

Renegade

Anónimo disse...

Confesso que estou desiludido.

Quando fiz o primeiro comentário, fi-lo na convicção de que a Moção seria retirada.

É triste ver que um partido como o PSD se deixa ir atrás de demagogias baratas como a do Sr. Vitor Gonçalves.

Amanhã o PSD não vai sair bem na fotografia e quem se fica a rir é o António Costa